The Sopranos: Michael Gandolfini não entende como pai interpretou Tony por 9 anos: ‘Estou exausto depois de três meses’

Michael Gandolfini interpreta o jovem Tony Soprano no prequel The Many Saints of Newark

REDAÇÃO PUBLICADO EM 23/09/2021, ÀS 15H14

None
Michael Gandolfini em The Many Saints of Newark (Foto: Reprodução via IMDb) e James Gandolfini em Família Soprano (Foto: Reprodução)

O ator Michael Gandolfini confessou não entender como o pai, James Gandolfini, interpretou o protagonista da série The Sopranos (1999) por nove anos. Em entrevista ao The New York Times, refletiu sobre o papel de jovem Tony no prequel The Many Saints of Newark. (Via IndieWire)

“[Meu pai] não era Tony. A única coisa que ganhei [em The Many Saints of Newark] foi um profundo orgulho dele. Estou exausto depois de três meses – você fez isso por nove anos?”

James estrelou 86 episódios de The Sopranos, segundo o IMDb, e ganhou um Globo de Ouro, três Emmys e cinco SAG Awards pela performance do chefe da máfia ítalo-americano. O ator morreu aos 51 anos em 2013, em decorrência de um ataque cardíaco.

Agora, Michael assumiu o mesmo papel do pai em um longa-metragem. The Many Saints of Newarkacompanha a juventude de Tony conforme é influenciado pela relação com o tio mafioso Dickie Moltisanti (Alessandro Nivola).

“A pressão [de pegar o papel do meu pai] é real. Existe medo. Mas a segunda camada, na qual muitas pessoas não pensam sobre, que na verdade foi mais difícil, é interpretar TonySoprano… não era apenas o sentimento do meu pai – era tipo: Tony Soprano é um personagem difícil.”

Michael precisou «criar» o próprio Tony e dar vida «às coisas que o tornaram Tony,” as quais foram eternizadas pelo pai.

The Many Saints of Newark estreia dia primeiro de outubro nos cinemas e ficará disponível por 31 dias na HBO Max.


Deja una respuesta

Este sitio usa Akismet para reducir el spam. Aprende cómo se procesan los datos de tus comentarios.